IPCG
IPCG
Projeto: Vida Eterna
Projeto: Vida Eterna

“Exercita-te, pessoalmente, na piedade. Pois o exercício sico para pouco é proveitoso, mas a piedade para tudo é proveitosa, porque tem a
promessa da vida que agora é e da que há de ser.” 1Timóteo 4.7b-8.

Se você assiste televisão, provavelmente deva ter visto uma campanha de protetor solar que mostra duas mulheres na praia: uma delas termina de malhar e comenta que está se preparando para o projeto verão 2018. Enquanto isso, a outra moça passando protetor solar, sorri e diz estar pronta para o projeto verão 2040.
Bem que poderia chegar alguém com uma Bíblia e dizer: “Projeto: Vida Eterna!”, não acha?
Lembro-me quando os “marombeiros” eram, acredite, discriminados e acusados de idolatria do corpo. A partir dos anos 90, a prática do cuidado do corpo popularizou-se, e, ao invés de idólatras de si mesmos, a geração do cuidado com o corpo foi chamada de “a geração saúde”. Hoje temos uma variedade de profissionais ocupados com alimentação, exercícios sicos, cuidados com a pele e postura, etc. A justificava:
saúde!
Está certo isso? Até certo ponto sim.
Precisamos cuidar sim de nosso corpo. Afinal, tudo o que podemos experimentar nessa vida é através de nosso corpo. Somos viajantes pela vida e isso só é possível pelo corpo.
Lembro-me que certa vez, falando com um amigo sobre esse assunto, eu disse que era muito ocupado com diversas atividades.
Sua resposta foi que esse era o motivo de eu cuidar de minha saúde. Porque, se tantas coisas dependiam de minha atenção, eu deveria estar com saúde e sentindo-me bem para dar conta de tudo que era de minha responsabilidade. Concluí que ele tinha razão.
Realmente o exercício físico é importante.
Cuidar da saúde é muito importante. É a parte positiva do mandamento “não matarás”, que é o cuidado e preservação da vida. É bíblico.
A Bíblia, porém, afirma que o exercício físico é pouco proveitoso e ordena: Exercita-te na piedade! Por quê?
Primeiro porque, mesmo que o nosso corpo seja o veículo através do qual experimentamos a vida, sem o exercício na piedade, deixaremos de
experimentar a vida plena que fomos criados para experimentar. Nossa maior necessidade não é física, mas espiritual. Fomos criados para um
relacionamento com Deus. Sem esse relacionamento, perderemos o melhor da vida!
Segundo, porque, se precisamos estar bem preparados para cumprir com nossas obrigações, o exercício na piedade nos torna mais fortes para
enfrentar as situações mais variadas que a vida nos apresenta. Cheios de fé e da palavra de Deus, contando com a presença de Deus e sua direção e auxílio através da oração, com certeza iremos mais longe em qualquer objetivo aprovado por Ele.
Finalmente, o exercício na piedade nos fará viver para sempre. Embora seja muito importante, e façamos tudo o que podemos por nosso corpo, o tempo vencerá. A vitalidade irá embora, a beleza nos abandonará, e o corpo morrerá. Muitos não chegarão ao “verão 2040”, e ninguém que está vivo hoje chegará ao “verão 2140”. No entanto, todo aquele que crê em Cristo como seu Senhor e Salvador, viverá para sempre!
No novo céu e na nova terra, receberemos um corpo glorificado e viveremos para sempre na presença de Deus.
Em 2018, exercita-te. Exercita-te fisicamente. Exercita-te intelectualmente e até emocionalmente, mas, acima de tudo, Exercita-te na piedade, pois para tudo é proveitosa.
Rev. Hédin Charles Mendes

IPCG
IPCG
IPCG
ENDEREÇO: Rua Coronel Saldanha, 1917, CEP: 85010-130 - Centro | Guarapuava/PR | Fone 42.3623-5791