IPCG
IPCG
O objetivo da Santificação VER O SENHOR
O objetivo da Santificação  VER O SENHOR

“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”
Hebreus 12.14
Estudando outro dia, contemplei a cena descrita em Êxodo, quando o povo de Deus é reunido aos pés do Monte Sinai e é chamado para estar próximo dos pés do monte a fim de testemunhar a glória de Deus. Moisés então é chamado para estar diante de Deus e, assim, receber os Mandamentos e demais leis vindas diretamente de Deus.
O povo, ao aproximar-se do monte, depois de contemplar a glória de Deus, fala com Moisés e pede para ficar de longe, e que Moisés então falasse com Deus.
As leis e os Mandamentos são as estipulações de Deus para que o povo pudesse ter em seu meio o grande privilégio da presença de Deus. A manifestação de Deus no monte, foi para que o povo temesse a Deus. Não para ficasse sempre afastado de Deus, mas, para que soubesse que Deus é fogo consumidor, que experimentasse sua presença, mas não esquecesse de que Ele é Santo, Santo, Santo.
O homem foi criado para viver à presença de Deus. Ter comunhão com Ele. Mas o homem pecou. Agora todos temos uma natureza pecaminosa desde que nascemos. Não podemos nos aproximar dele em pecado, ou morremos. A resposta para isso é a santificação.
Primeiro, quando cremos na obra redentora e santificadora de Cristo na cruz, somos declarados justos e santos, pois Jesus já foi consumido em nosso lugar na cruz por causa de nossa natureza pecaminosa e de nossos pecados.
Em segundo lugar, através da obra vivificadora de Cristo, enviando o Espírito Santo para habitar e selar a vida de todo aquele que creu nele e sua obra redentora. Esse caminhar segundo o Espírito Santo e a sua palavra, também é chamado de santificação, mas, diferentemente do caso acima, em que somos imediatamente declarados santos, gradual- mente somos trabalhados por Deus e sua Palavra e assim vamos sendo santificados, separados, dedicados cada vez mais a Deus.

Não somos santificados para nos declararmos melhores que as outras pessoas, e, assim, criar níveis que separam um cristão de outro. Nem somos santificados a fim de que possamos pensar que podemos pecar o quanto quisermos para que seja mais abundante ainda a obra de Cristo em nossas vidas.

A vida de santificação será pesada para todos aqueles cujos corações amem o mundo ou a si mesmos mais do que a Deus. Por outro lado, a santificação será uma consequência, divorciada de legalismo e peso, quando nossa busca é por Deus e Sua presença. É disso que se trata a vida cristã: Religião, no sentido de religar-se a Deus. Caminhar em direção a Deus. Conhecer e prosseguir em conhecer a Deus.
Quando Cristo diz para as pessoas que desejavam segui-lo: negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Ele é o mediador, como Moisés foi. Ele vai à presença de Deus. Ele nos conduz à presença de Deus.

Entender que o sacrifício de Cristo é apenas isenção da penalidade de Deus sobre nós é diminuir a grandeza de Sua obra. Jesus nos comprou para Ele. Nos comprou para Deus. Jesus nos leva à presença de Deus. Por isso nos santificamos, a fim de que vivamos em sua presença!

Temos conhecido o Senhor?
Pastor Hédin Charles Mendes

IPCG
IPCG
IPCG
ENDEREÇO: Rua Coronel Saldanha, 1917, CEP: 85010-130 - Centro | Guarapuava/PR | Fone 42.3623-5791